Acnur diz que crianças sírias estão cruzando fronteiras desacompanhadas
BR

28 agosto 2012

Agência da ONU informou que muitos chegam à Jordânia com sinais de traumas; menores dizem que pais morreram ou que ficaram na Síria para cuidar de parentes.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O conflito na Síria está levando centenas de crianças desacompanhadas a atravessar a fronteira com a Jordânia, para fugir da violência.

A informação é do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur. De acordo com a agência, muitos menores contam que os pais morreram no conflito, ou que tiveram que ficar na Síria para cuidar de parentes.

Proteção

O Acnur disse que as crianças apresentam sinais de traumas após viajarem por uma área de combates sem a proteção de um adulto.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informou que está trabalhando num programa para reunir os menores a outros parentes como primos, no caso de crianças que se tornaram órfãs.

Os combates entre tropas sírias e opositores do presidente Bashar al-Assad começaram em março de 2011 e já mataram mais de 17 mil pessoas.

Ainda nesta terça-feira, o Acnur emitiu uma nota manifestando preocupação com o naufrágio de uma embarcação de pesca no norte do Chipre que teria matado sete pessoas, incluindo mulheres e crianças.

A agência contou que duas pessoas que estavam no barco conseguiram escapar e foram presas sob suspeita de tráfico de seres humanos.

Mais de 214 mil pessoas já fugiram do conflito na Síria para os países vizinhos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud