ONU marca Dia Internacional de Lembrança da Escravatura e sua Abolição
BR

23 agosto 2012

Em mensagem, chefe da Unesco diz que “levantes de escravos em todo o mundo é fonte de reflexão e ação para proteção dos direitos humanos.” 

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas marcam neste 23 de agosto o Dia Internacional de Lembrança da Escravatura e sua Abolição.

Em mensagem, sobre a data, a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, disse que “a história do tráfico de escravos e da abolição moldou o mundo”.

Proteção dos Direitos

Bokova lembrou que os levantes surgidos em várias partes do globo serviram de “reflexão e ação para a proteção dos direitos humanos.”

A data de 23 de agosto foi escolhida por ter sido o dia em que uma revolta foi iniciada pelos escravos em Santo Domingo, hoje conhecido como Haiti. O protesto levaria à abolição do comércio transatlântico de escravos.

O embaixador da União Africana junto às Nações Unidas, Téte Antonio, falou sobre a importância da data.

“É a lembrança e também a educação. Porque há outras formas modernas de escravatura. Há o tráfico de seres humanos, a exploração de seres humanos, de formas diversas. Portanto existem ainda formas de escravaturas que é preciso abolir. E eu creio que este Dia contribui para isto. Temos que estar todos cientes de que o tráfico de seres humanos é um crime contra a humanidade. Portanto é preciso combatê-lo.”

De acordo com a Unesco, a divulgação da história é fundamental para combater o racismo e para ajudar na construção da paz.

A diretora-geral da agência afirmou que os nomes dos herois pelo fim da luta da escravatura devem ser lembrados, pois eles são herois da Humanidade.

Irina Bokova disse ainda que os escravos deixaram um patrimônio cultural, infinitamente rico, e que todos os continentes hoje podem compartilhar danças, músicas e expressões artísticas daquela época.

Este ano, o Dia Internacional de Lembrança da Escravatura e sua Abolição também contém as preparações para a Década das Pessoas de Ascendência Africana que será proclamada pelas Nações Unidas em 2012.

Leia também: Reportagem Herança Afro-Brasileira em Salvador

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud