Desnutrição grave afeta 1 milhão de crianças na RD Congo, alerta Unicef

Desnutrição grave afeta 1 milhão de crianças na RD Congo, alerta Unicef

Agência aponta que crise coincide com uma emergência da cólera; Em nota, publicada esta terça-feira, em Genebra, foram pedidos US$ 133 milhões para atender às necessidades de crianças e mulheres.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, indicou que um milhão de crianças estão gravemente afetadas pela desnutrição aguda grave na República Democrática do Congo, RD Congo.

A crise coincide com uma emergência de cólera que assola todo o país, aponta uma nota publicada esta terça-feira, em Genebra. Desde finais de Julho, a epidemia fez mais de 480 mortes além do registo de 20 mil casos.

Conflito

Estima-se que 2,2 milhões de pessoas estejam deslocadas no leste da RD Congo devido ao conflito que opõe as forças do governo aos militares dissidentes do grupo conhecido por M23. O número corresponde somente ao período a partir do segundo semestre.

A agência indica que grupos armados estariam a massacrar aldeias inteiras, a perpetrar estupros em massa e sequestros. As violações incluem vários tipos de exploração, abusos, recrutamento de crianças e o seu uso como soldados.

Necessidades

Para atender às necessidades de mulheres e de crianças afetadas este ano, pela crise de insegurança, o Unicef pede US$ 133 milhões. Um valor adicional em torno de US$ 35,2 milhões foi igualmente solicitado para atender às necessidades mais críticas.

O apelo é lançado quando a subsecretária-geral para Assistência Humanitária da ONU, Valerie Amos, visita às cidades congolesas de Kinshasa e Goma.

A responsável desloca-se também ao Ruanda, onde deve manter contacto com um acampamento de deslocados na região fronteiriça com a RD Congo. .