Ban Ki-moon saúda acordo sobre petróleo entre Sudão e Sudão do Sul

Ban Ki-moon saúda acordo sobre petróleo entre Sudão e Sudão do Sul

Os dois países vizinhos chegaram a entendimento sobre partilha de recursos petrolíferos e compensações financeiras; Secretário-Geral lamenta que nações ainda não tenham assinado Mapa para a Paz.

João Rosário, da Rádio ONU em Lisboa.

O Secretário-Geral da ONU acolhe de forma positiva o acordo alcançado pelos governos do Sudão e do Sudão do Sul sobre petróleo e compensações financeiras.

Em comunicado lido por seu porta-voz nesta segunda-feira, Ban Ki-moon considera que “se trata de um progresso assinalável na construção de boas relações de vizinhança entre os dois países.”

Mapa da Paz

O Secretário-Geral realça o facto dos dois governos terem estreitado de modo significativo as suas posições nos assuntos com maiores oposições.

No entanto, Ban Ki-moon lamenta que os governos não tenham cumprido o prazo limite até 2 de Agosto, definido pelo Conselho de Segurança da ONU, para acolher o Mapa para a Paz .

Detalhes

O documento foi elaborado pelo Conselho Africano para a Paz e Segurança e busca amenizar as tensões entre os dois países.

Ban apela aos líderes do Sudão e do Sudão do Sul que reúnam a vontade política necessária para resolver todas as questões pendentes.

Ajuda Humanitária

Mas o Secretário-Geral saúda a assinatura de um memorando de entendimento para  apoio humanitário aos civis atingidos pela guerra na província de Kordofan do Sul e no estado do Nilo Azul.

Ban Ki-moon apela ainda ao governo do Sudão que proporcione de modo imediato a distribuição de ajuda a estas populações.

O Secretário-Geral saúda o Painel de Implementação de Alto Nível da União Africana, liderado pelo antigo presidente sul-africano Thabo Mbeki, que é também enviado especial da ONU, pelos esforços para ajudar as partes a fazerem progressos.