FAO diz que 3 milhões de sírios precisam de ajuda alimentar e agrícola
BR

2 agosto 2012

Deste total, metade carece de assistência imediata para os próximos três a seis meses; crise política existe desde março de 2011. 

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas e o Governo da Síria informaram que três milhões de pessoas no país precisam de ajuda alimentar e agrícola. Cerca de 1 milhão precisam de sementes, combustíveis e de rebanhos para manter sua sobrevivência.

Já 1,5 milhão de pessoas carecem de auxílio imediato para os próximos três a seis meses. 

Trigo e Cevada

O estudo foi realizado por uma missão conjunta de avaliação rápida, conduzido em junho por agências da ONU, incluindo o Programa Mundial de Alimentos, PMA, e o Ministério da Agricultura e Reforma Agrária da Síria.

A crise política na Síria, que começou no ano passado, já causou perdas de cerca de US$ 2 bilhões, ou R$ 4 bilhões, ao setor agrícola do país árabe.

O cultivo do trigo e da cevada assim como o de oliveiras e hortaliças também foi afetado pelo conflito. O chefe do PMA na Síria, Muhannad Hadi, disse que os efeitos são mais pesados sobre os mais pobres.

Cerca de um terço dos pequenos agricultores precisa de ajuda imediata. E até 10% desses lares são chefiados por mulheres.

Muitos tiveram que abandonar suas roças por causa da falta de mão-de-obra, combustíveis e o aumento de preços além da insegurança generalizada.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud