Associação iraniana ganha prêmio de combate ao HIV/Aids
BR

30 julho 2012

Grupo foi agraciado com o “Laço Vermelho” por seus trabalhos com jovens e usuários de drogas no país; segundo Unaids, número de contaminações é maior na províndia de Kermanshah.

[caption id="attachment_220572" align="alignleft" width="350" caption="Associação Afraye Sabz recebe prêmio (Foto:UNAIDS/C. Kleponis)"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um grupo de combate ao HIV/Aids no Irã recebeu o Prêmio Laço Vermelho pelos seus trabalhos com jovens no país.

Na cerimônia de entrega do prêmio, em Washington, na semana passada, os organizadores afirmaram que a Associação Afraye Sabz tem se destacado na província iraniana de Kermanshah, onde o número de infecções está aumentando.

Famílias

A população mais em risco é a de usuários de drogas injetáveis e jovens. A associação tem realizado atividades para informar sobre o HIV e além disso tem acompanhado as famílias dos soropositivos.

O grupo iraniano foi premiado ao lado de associações de Mianmar, do Haiti e do México.

Uma organização de Uganda e outra do Egito receberam a mesma distinção pelos seus trabalhos de prevenção do HIV em crianças e da promoção da saúde da mulher.

O Prêmio Laço Vermelho, criado em 2006, foi distribuido este ano a 11 entidades de várias partes do mundo.

Ao todo, foram nomeados 1,4 mil trabalhos de 120 países.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud