Artistas unem-se a David Beckham em iniciativa para combater nanismo
BR

26 julho 2012

Doença que impede crescimento normal do corpo afeta 180 milhões de crianças; carta pedindo ações públicas será entregue ao primeiro-ministro britânico, David Cameron.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O ex-capitão da seleção de futebol da Inglaterra, David Beckham, está participando, nesta quinta-feira, de uma ação de combate ao nanismo.

A doença afeta 180 milhões de crianças com menos de cinco anos em todo o mundo.

Em carta aberta ao primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Beckham pede ações imediatas para combater o que ele chamou de “uma crise oculta”.

Carta Inicial

O jogador está se reunindo com o premiê, David Cameron, em Londres, para aproveitar a abertura dos Jogos Olímpicos, marcada para esta sexta-feira. A iniciativa é apoiada pelo Unicef, o Fundo da ONU para a Infância, do qual Beckham é embaixador da Boa Vontade.

Nesta carta inicial, ele conta com o apoio dos atores de Hollywood: Orlando Bloom, Whoopi Goldberg, Susan Sarandon, Ralph Fiennes e Liam Neeson, entre outros. A ex-modelo Claudia Schiffer e a socialite britânica Jemima Khan também estão entre os 50 nomes que apoiam Beckham com a ação.

Assinaturas na Internet

Além disso, existe uma oportunidade para que todos participem na internet firmando a mesma carta eletronicamente. As assinaturas serão repassadas a David Cameron em 12 de agosto, no encerramento dos Jogos Olímpicos em Londres.

David Beckham disse que quer usar a oportunidade das Olimpíadas para chamar a atenção para a doença e fazer das crianças na Grã-Bretanha e no mundo, os verdadeiros campeões dos jogos.”

O nanismo causa danos irreversíveis ao cérebro e ao corpo da criança, caso ela não receba os nutrientes corretos nos primeiros mil dias de vida.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud