Iraque organiza voos especiais para retirar seus cidadãos da Síria
BR

24 julho 2012

Governo conta ainda com assistência do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, no transporte regular; mais de 13 mil iraquianos já deixaram a Síria só no primeiro semestre de 2012.

[caption id="attachment_220331" align="alignleft" width="350" caption="Acnur assiste família de refugiados"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A violência política na Síria está causando o retorno à casa de milhares de iraquianos que viviam no país. Muitos chegaram à Síria fugindo do conflito no Iraque.

Em comunicado, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, informou que mais de 13 mil iraquianos já deixaram a Síria desde o início deste ano.

Medo

O Governo do Iraque está enviando voos para trazer de volta seus cidadãos. Além disso, o Acnur também está apoiando o retorno com transporte regular.

Muitos iraquianos disseram que estão preocupados com os riscos à segurança deles no Iraque. Mas mesmo assim, decidiram voltar por terem poucas escolhas devido ao aumento da violência na Síria.

Segundo organizações não-governamentais, até 15 mil pessoas podem ter morrido desde o início dos confrontos entre tropas do governo sírio e opositores do presidente Bashar al-Assad.  O conflito se intensificou nas últimas semanas com combates na capital Damasco.

Crianças e Mulheres

O Acnur disse que inaugurou serviços telefônicos de ajuda aos refugiados que procuram auxílio e conselhos. Pelas chamadas recebidas, a maior urgência agora é de alimentos e produtos de primeira necessidade como gás de cozinha.

A situação é mais grave entre crianças e mulheres, muitos também estão precisando de assistência médica.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud