Iraque organiza voos especiais para retirar seus cidadãos da Síria BR

Iraque organiza voos especiais para retirar seus cidadãos da Síria

Governo conta ainda com assistência do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, no transporte regular; mais de 13 mil iraquianos já deixaram a Síria só no primeiro semestre de 2012.

[caption id="attachment_220331" align="alignleft" width="350" caption="Acnur assiste família de refugiados"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A violência política na Síria está causando o retorno à casa de milhares de iraquianos que viviam no país. Muitos chegaram à Síria fugindo do conflito no Iraque.

Em comunicado, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, informou que mais de 13 mil iraquianos já deixaram a Síria desde o início deste ano.

Medo

O Governo do Iraque está enviando voos para trazer de volta seus cidadãos. Além disso, o Acnur também está apoiando o retorno com transporte regular.

Muitos iraquianos disseram que estão preocupados com os riscos à segurança deles no Iraque. Mas mesmo assim, decidiram voltar por terem poucas escolhas devido ao aumento da violência na Síria.

Segundo organizações não-governamentais, até 15 mil pessoas podem ter morrido desde o início dos confrontos entre tropas do governo sírio e opositores do presidente Bashar al-Assad.  O conflito se intensificou nas últimas semanas com combates na capital Damasco.

Crianças e Mulheres

O Acnur disse que inaugurou serviços telefônicos de ajuda aos refugiados que procuram auxílio e conselhos. Pelas chamadas recebidas, a maior urgência agora é de alimentos e produtos de primeira necessidade como gás de cozinha.

A situação é mais grave entre crianças e mulheres, muitos também estão precisando de assistência médica.