Unicef afirma que 49 crianças foram assassinadas no Iraque neste ano
BR

16 julho 2012

Fundo da ONU para a Infância indica ainda que outras 169 ficaram feridas em vários incidentes no país, além de graves violações que afetam o acesso à saúde e educação; mensagem marca o Dia da Criança Iraquiana.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirma que 49 crianças foram mortas no Iraque somente neste ano e outras 169 ficaram feridas em vários incidentes no país.

Em mensagem para marcar o Dia da Criança Iraquiana, o Unicef reafirma o seu compromisso em proteger e promover os direitos dos 16 milhões de menores no país.

Lei de Proteção

O fundo aponta 13 graves violações que afetam o acesso à saúde e educação. O representante do Unicef no Iraque, Marzio Babille, fez um apelo para o “fim dos atos de violência indiscriminados que ameaçam as crianças”.

Em parceria com o Ministério do Trabalho e dos Assuntos Sociais do Iraque, o Unicef está desenvolvendo uma lei de proteção aos menores. Nos próximos meses, serão realizadas consultas e workshops para discutir as novas políticas.

Os cidadãos iraquianos também poderão participar do processo por meio de sites, mídias sociais e pesquisas online.

Entre os temas em debate, estão crianças que trabalham, que estão deslocadas ou sem assistência familiar. Discriminação, violência de gênero e casamentos forçados também fazem parte do cotidiano dos menores do Iraque, segundo o Unicef.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud