Doações para ajudar vítimas da fome no Sahel superam expectativas, diz PMA

12 julho 2012

Contribuintes dos Estados Unidos deram cerca de US$ 250 mil; montante vai permitir que mais de 15 mil mães e crianças da região africana recebam alimentos enriquecidos.

 

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Mundial da Alimentação, PMA, anunciou, esta quinta-feira, que uma campanha de recolha de fundos para garantir refeições a mães e crianças no Sahel superou as expectativas da agência.

Uma combinação da seca, volatilidade dos preços alimentares e conflitos causou a fome, que afeta milhões de pessoas em toda a região.

Correio Eletrónico

A campanha,  que terminou no mês passado, consistiu em pedidos enviados por correio eletrónico. Mais de 1 milhão de pessoas assinou o boletim mensal do PMA, no equivalente a mais do dobro dos registos existentes até ao ano passado.

Por outro lado, doadores individuais dos Estados Unidos contribuíram com cerca de US$ 250 mil, equivalentes à metade dos montantes. A seguir estão o Canadá, o Reino Unido, a Alemanha e a Austrália.

Parceria

Uma parceria com uma agência de lotaria da Holanda permitiu que o total angariado aumentasse para mais de US$ 750 mil.

O montante vai permitir que mais de 15 mil mães e crianças da região africana recebam alimentos enriquecidos e adaptados às suas necessidades nutricionais nos próximos 100 dias.

De acordo com a agência, o objetivo inicial das doações era distribuir refeições para cerca de 12,5 mil beneficiários.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud