Novo presidente do Banco Mundial faz apelo para economia da Europa
BR

3 julho 2012

Jim Yong Kim assumiu o cargo nesta segunda-feira, destacando ser urgente aos países europeus restaurar a estabilidade; ele substitui Robert Zoellick.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O novo presidente do Banco Mundial assumiu o cargo nesta segunda-feira, pedindo maior confiança nos mercados e no setor privado. Jim Yong Kim disse estar honrado com o posto e ressaltou que “a economia global continua altamente vulnerável.”

Kim fez um apelo às nações da Europa, afirmando ser “urgente” a tomada de todas as medidas necessárias para restaurar a estabilidade. Segundo o presidente do órgão, as “ações dos países europeus terão impacto no crescimento de todas as regiões do mundo”.

Prioridades

Jim Yong Kim disse ainda ser preciso aumentar a confiança nos cidadãos de que as políticas do Banco Mundial podem geral crescimento econômico mais justo, inclusivo e sustentável.

No discurso, ele afirmou que sua prioridade imediata será intensificar os esforços na luta contra a pobreza. Kim disse que a instituição pode ajudar a criar um novo conjunto de mercados emergentes, especialmente na África.

O ásio-americano Jim Yong Kim foi indicado ao cargo pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Ele assume o Banco Mundial pelos próximos cinco anos, substituindo Robert Zoellick.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud