ONU regista 6,5 milhões beneficiários de tratamento antirretroviral

2 julho 2012

Em relatório sobre cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio Ban Ki-moon aponta queda de mortalidade e fome como desafios globais.

[caption id="attachment_208986" align="alignleft" width="350" caption="Foto: OMS"]

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Cerca de 6,5 milhões de pessoas receberam tratamento contra o HIV/Sida em 2010, indica o relatório da ONU sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio.

O documento foi apresentado, esta segunda-feira, pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

Um progresso lento é apresentado na queda da mortalidade materna, um objetivo que está longe de ser alcançado nos próximos três anos. A fome continua um desafio global.

Destaques

Segundo Ban Ki-moon, um dos destaques é a redução, pela metade, do número de pessoas a viver na extrema pobreza.

De acordo com a ONU em todas as regiões do mundo, em 2010, o total dos que viviam com menos de US$ 1,25 por dia reduziu quase pela metade em relação aos dados de 1990.

Pobreza

Segundo a ONU, este é um indicador de que a primeira Meta do Milénio, a redução da extrema pobreza, foi atingida em nível global.

Outro avanço foi notado na proporção de pessoas com acesso a fontes de água potável: 89% em 2010. Mas Ban Ki-moon alerta para projeções que indicam que até 2015, mais de 600 milhões ainda estarão sem o recurso.

Entre as oito metas já alcançadas está a paridade no acesso à educação primária: são 97 meninas na escola para cada 100 meninos.

*Apresentacão: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud