Aung San Suu Kyi pede mais investimentos pela democracia de Mianmar
BR

14 junho 2012

Nobel da Paz discursou nesta quinta-feira na Organização Internacional do Trabalho; ela ressaltou também o problema do desemprego entre jovens.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A Prêmio Nobel da Paz e recém-eleita membra do Parlamento de Mianmar pediu nesta quinta-feira investimentos diretos estrangeiros em prol da democracia do país.

Aung San Suu Kyi falou em Genebra, durante a Conferência Internacional do Trabalho. O discurso dela foi considerado “histórico” pela Organização Internacional do Trabalho, OIT.

Progressos

Aung San Suu Kyi disse que gostaria de ver em Mianmar um desenvolvimento “amigo da democracia”. Ela pediu assistência que fortaleça o processo democrático na nação asiática e promova progresso econômico e social, que seriam, segundo Suu Kiy, benéficos para a reforma política do país.

A prêmio Nobel da Paz destacou ainda o desemprego entre os jovens. Suu Kyi defendeu que treinamento vocacional, ligado à criação de emprego, é imperativo para garantir um futuro aos jovens.

Aung San Suu Kyi passou mais de 20 anos presa pela Junta Militar de Mianmar, a antiga Birmânia. Ela foi libertada em novembro de 2010. Líder da oposição, Suu Kyi foi eleita neste ano para o Parlamento do país.

Ouça aqui a íntegra do discurso de Aung San Suu Kyi na Conferência Internacional do Trabalho (áudio em inglês).

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud