Pnuma aponta para investimentos recordes em energias renováveis
BR

13 junho 2012

De acordo com relatório da agência, aumento foi de 17% no ano passado, totalizando US$ 257 bilhões; Brasil investiu 8% a mais no setor.

[caption id="attachment_216838" align="alignleft" width="350" caption="Paineis solares "]

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Brasil investiu 8% a mais em energias renováveis no ano passado, na comparação com 2010. Segundo dados do Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, o país aumentou os investimentos no setor para US$ 7 bilhões, ou mais de R$ 14 bilhões.

Os paineis solares foram a fonte de energia renovável mais escolhida pelos investidores globais no ano passado, ultrapassando a energia eólica.

Novos Mercados

Já os financiamentos mundiais em energias renováveis atingiram o valor recorde de US$ 257 bilhões em 2011. Os números estão em dois novos relatórios do Pnuma.

Segundo o programa, em todo o mundo, o aumento foi 17% maior na comparação com 2010 e 94% maior em relação aos investimentos feitos um ano antes da crise financeira mundial.

De acordo com o Pnuma, foram atraídos novos mercados, com cerca de 50 países instalando equipamentos de energia eólica. Já paineis solares para geração de água quente são utilizados em mais de 200 milhões de casas e em muitos edifícios públicos e comerciais pelo mundo.

Economia Verde

Segundo o Pnuma, Brasil, China e Índia respondem por um quarto da capacidade global de energias renováveis não-hidráulicas.

O diretor-executivo do Pnuma cita o clima e a segurança energética entre os fatores que levaram ao aumento dos investimentos.

Achim Steiner ressalta que o setor de energias renováveis está ajudando vários países na transição para uma economia verde, de baixo carbono.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud