Pnuma anuncia iniciativa para apoiar projetos energéticos africanos

6 junho 2012

Até 2013, dezenas de iniciativas de negócios devem ter a capacidade financeira reforçada para investir em projetos sustentáveis.

[caption id="attachment_209348" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Pnuma"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, anunciou a extensão de uma iniciativa para apoiar projetos energéticos africanos que apostem na redução de emissões carbono.

Até ao fim do próximo ano, 20 iniciativas empresariais  devem ter a sua capacidade financeira reforçada, para investir em projetos sustentáveis. Sem revelar valores, o Pnuma indicou que a Alemanha será a principal financiadora.

Comunidades

A União Europeia apostou em financiar novos projetos do género concentrados em comunidades dos PMA, o gupo de Países Menos Desenvolvidos. Das 48 nações que atualmente compõem o grupo, 33 são de África.

Na primeira fase, 14 projetos em 9 países receberam fundos, com destaque para empreendimentos de energia eólica de grande escala em África. Todos serão registados sob o regime de crédito de carbono da ONU.

De acordo com o Pnuma, várias hidroelétricas da África Oriental também foram beneficiadas pela iniciativa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud