ONU: Síria concordou em autorizar entrada de ajuda humanitária ao país
BR

5 junho 2012

Segundo o representante do Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, foi assinado um memorando entre as duas partes estipulando a “escala e as modalidades” da ajuda.

[caption id="attachment_217176" align="alignleft" width="350" caption="John Ging (Crédito:UN Photo/Fabrice Arlot)"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O governo da Síria permitiu a entrada de ajuda humanitária por agências na ONU ao país.

A informação foi dada pelo representante do Escritório de Assistência Humanitária da organização, Ocha.

Avanço

Segundo John Ging, todas as pessoas afetadas pela violência política, que já matou mais de 9 mil pessoas na Síria, vão receber a ajuda.

Ging contou ainda que o acordo consiste de um memorando assinado pela Síria e pela ONU. O documento estipula a “escala, a extensão e as modalidades” da resposta humanitária.

Para o Ocha, o acordo é um avanço importante nos esforços da comunidade internacional de levar assistência aos deslocados pelo conflito na Síria.

Vistos

Mas antes que a ajuda humanitária chegue a quem precisa, as autoridades sírias precisam processar a concessão de vistos para trabalhadores humanitários e simplificar as medidas alfandegárias do país.

A crise desde março do ano passado colocou pelo menos 1 milhão de pessoas em situação de emergência.

Por causa dos confrontos entre tropas do governo e opositores do presidente Bashar al-Assad, muitos sírios tiveram que se refugiar no Iraque, na Jordânia, no Líbano e na Turquia. Dezenas de milhares de pessoas já se cadastraram com o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur.

Segundo o Unicef, metade dos deslocados pela violência na Síria é composta de crianças.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud