Criação de fundo para sustentabilidade deve avançar na Rio+20

2 junho 2012

Em entrevista à Rádio ONU, este sábado, o negociador-chefe da Comissão brasileira da Conferência da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável disse esperar que proposta seja aprovada no evento.

[caption id="attachment_216953" align="alignleft" width="350" caption="Luiz Alberto Figueiredo"]

Eleutério Guevane da Rádio ONU em Nova Iorque

A ideia da criação de um fundo financiado pelos países desenvolvidos para estimular sustentabilidade nas nações africanas deve avançar com força para Conferência da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável, Rio+20.

A informação foi dada este sábado, em Nova Iorque, pelo  negociador-chefe da Comissão brasileira do evento, Luiz Alberto Figueiredo. 

 Grupo dos 77 

De acordo com o representante, o tema foi vigorosamente debatido dentro do Grupo dos 77, uma aliança de países em desenvolvimento, que visa promover os interesses económicos comuns dos seus membros. 

O embaixador falava à Rádio ONU, neste sábado, em Nova Iorque, à margem da última ronda de negociações informais para a produção do documento final para a Conferência, a decorrer de 20 a 22 de Junho no Rio de Janeiro. 

Ponto de Vista 

“Essa é uma questão que está vindo, muito fortemente, dentro do Grupo dos 77, com ideias vindas dos países africanos. A Índia está defendendo esse ponto de vista, incluindo regiões como a América Latina também. Portanto, é algo que irá com força para o Rio de Janeiro e vamos esperar que seja aprovado.” 

Figueiredo, avançou que  de 3 a 15 de Junho espera-se que o documento negociado seja finalizado em negociações da reunião preparatória a terem lugar no Rio de Janeiro. 

A nível da Cooperação Sul-Sul, o representante brasileiro apontou  que o posicionamento brasileiro defende parcerias que tenham como base  factores da dimensão económica, social e ambiental.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud