Acnur precisa de mais de US$ 150 para apoiar refugiados no Mali

31 maio 2012

Agência atribui aumento das necessidades à inesperada degradação da situação de segurança; cerca de 320 mil malianos fugiram para os países vizinhos.

[caption id="attachment_211750" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Acnur"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, disse serem necessários US$ 152 milhões para apoiar centenas de milhares de deslocados que fugiram do conflito civil no Mali.

Em Janeiro, uma ofensiva levada a cabo por rebeldes Tuaregue, no norte do país, deu início à crise de insegurança. Dois meses depois, o país sofreu um golpe de Estado que, associado à proliferação de grupos armados, levou à fuga de cerca de 320 mil malianos, indica a agência.

Degradação

A  vice-diretora do Acnur para as regiões Ocidental, Central e dos Grandes Lagos, Liz Ahua, ressaltou que a revisão em alta deveu-se à inesperada degradação da situação.

Segundo referiu, em pouco tempo a instabilidade “levou à fuga e contínuo deslocamento forçado de um grande número de malianos.”

O Acnur disse que o montante será aplicado para prestar assistência aos refugiados no Burkina Faso, Mali, Mauritânia e Níger. Em Fevereiro, as necessidades estavam orçadas em US$ 35,6 milhões.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud