Chefe da FAO diz que Rio + 20 deve defender erradicação da fome
BR

29 maio 2012

Em entrevista, de Roma, José Graziano da Silva afirmou que o encontro é grande oportunidade de integrar desenvolvimento e o combate à fome.

[caption id="attachment_216686" align="alignleft" width="350" caption="José Graziano da Silva"]

Rafael Belincanta, de Roma para a Rádio ONU.*

O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou esperar que a Rio + 20 debata a erradicação da fome no mundo.

Em entrevista, de Roma, José Graziano da Silva, que participou de um encontro da agência sobre cooperativas na capital italiana, disse que a reunião no Rio de Janeiro é “uma oportunidade para o futuro”.

Gerações

“Acreditamos que essas duas agendas são fundamentais, literalmente, para a sobrevivência e paz da Humanidade no futuro. Seja porque preservam-se os recursos para as gerações futuras, seja porque incorpora aqueles excluídos da atual geração e que comprometem também o futuro das suas gerações”.

De acordo com a FAO, cerca de 1 bilhão de pessoas passam fome no mundo, atualmente. A situação agravou-se ainda mais com a crise econômica global de 2008.

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável está marcada para 20 a 22 de junho, no Rio de Janeiro.

Segundo organizadores, 50 mil pessoas estão sendo esperadas para o evento no Riocentro que reunirá dezenas de chefes de Estado e governo.

*Com reportagem da Rádio Vaticano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud