Contributo de África na ciência é destacado na Unesco

24 maio 2012

Em sessão especial,  agência da ONU analisa capacidade de cálculos do povo Ioruba e aborda papel africano para disseminar conhecimentos sobre água, engenharia e energia.

[caption id="attachment_210973" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Banco Mundial"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O contributo africano para a ciência é abordado, esta quinta-feira, na Organização da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

Num evento a decorrer na sede da agência, em Paris, o destaque será a análise da capacidade de cálculos do povo Ioruba, grupo étnico da África Ocidental composto por mais de 30 milhões de pessoas.

Nigéria

A população da Nigéria inclui mais de 20% dos Ioruba, estando os restantes distribuídos pelo Benim, Gana e Togo.

O Filósofo Aimé Segla deve desenvolver a questão, sob o tema “Matemática Ioruba Revista, Corrigida e Reconstituída: Arqueologia e Antropologia do Conhecimento numa Cultura Oral”.

Semana Africana

A sessão faz parte da semana africana, a culminar com a comemoração do Dia do continente, a 25 de Maio.

Além da intervenção de peritos de várias entidades, incluindo Ongs africanas, o evento deve também abordar o contributo africano em conhecimentos sobre água, engenharia e energia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud