OIM anuncia início do repatriamento de 15 mil sudaneses do sul

11 maio 2012

Agência calcula que operação custe US$ 5,5 milhões;  acordo entre a organização e o governo sudanês evitou que os sul sudaneses fossem repatriados à força há uma semana.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O repatriamento de cerca de 15 mil sul-sudaneses retidos numa cidade do sul da capital sudanesa, Cartum, tem início este fim de semana, informou a Organização Internacional para Migrações, OIM.

O grupo aguarda há cerca de um ano por transporte, em Kosti, para completar a viagem de retorno ao Sudão do Sul.

Défice

A OIM calcula que o repatriamento voluntário custe US$ 5,5 milhões. A agência enfrenta um défice de financiamento na ordem dos US$ 3 milhões.

Na operação estarão envolvidas mais de 20 autocarros e o frete de mais de uma centena de vôos. Os custos envolvem, igualmente, o pagamento de alimentos, de serviços médicos e de hospedagem para os retornados.

Um acordo entre a organização e o governo sudanês evitou que os sul sudaneses fossem repatriados à força há uma semana.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud