FAO: falta verba para combater crise alimentar na África
BR

10 maio 2012

Alerta é do diretor-geral da agência, José Graziano da Silva; Chifre da África e Sahel são as regiões afetadas pelo déficit de financiamento.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, alertou, nesta quinta-feira, para “um grande déficit de financiamento” no combate à crise alimentar na África.

O diretor-geral da agência, José Graziano da Silva, disse que falta verba para cumprir as atividades que a FAO planejou para as regiões do Sahel e do Chifre da África.

Oportunidade

Falando em espanhol, durante encontro em Madri, o brasileiro José Graziano da Silva ressaltou que está sendo perdida a oportunidade de construir sobre as conquistas da FAO. Ele citou a superação, no ano passado, da fome na Somália.

A agência indica que mais de 8 milhões de pessoas enfrentam escassez de alimentos no Chifre da África. Outros 16 milhões estão em risco de fome no Sahel, que vai desde o Oceano Atlântico até o Mar Vermelho.

Esforços

José Graziano da Silva participa de um fórum econômico na Espanha. Durante discurso, o diretor-geral da FAO lembrou ainda que a falta de financiamento persiste, apesar do maior consenso sobre a ligação entre segurança alimentar e desenvolvimento.

Graziano pediu ainda um esforço conjunto para o fim da fome e lembrou que uma em cada sete pessoas no mundo sofre de fome e desnutrição.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud