Banco Mundial com plano de US$ 1,8 mil milhão para abordar fome em África

9 maio 2012

Instituição aponta investimentos em saúde e nutrição para aliviar impacto das secas nas regiões do Corno de África e do Sahel.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Banco Mundial anunciou um  plano que envolve a concessão de US$ 1,8 mil milhão para aliviar o impacto da seca nas regiões do Corno de África e do Sahel.

A instituição defende que o valor será aplicado numa abordagem a longo prazo que combine investimentos em saúde e nutrição.

Resistência

As novas medidas incluem o melhoramento dos sistemas de previsão do tempo e de alerta precoce além de medidas de gestão para garantir maior resistência às secas.

De acordo com a instituição, cerca de 9 milhões de pessoas enfrentam a escassez de alimentos no Corno de África, contrariamente aos 13,3 milhões de vítimas registadas em Setembro, no auge da crise.

Sahel

Entretanto, na região do Sahel, 14 milhões estão em risco de fome. Países como o Burkina Faso, Mali, Mauritânia e Níger são os mais afetados devido à seca, escassez alimentar, instabilidade política e conflitos.

O Banco refere que no âmbito do alívio do impacto às duas crises concedeu US$ 147 milhões. Outros US$  944 milhões foram prometidos para o  seguimento de projetos rápidos de prevenção e combate à seca.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud