Especial: Documentário fecha Semana da Língua Portuguesa na ONU

4 maio 2012

No principal auditório das Nações Unidas, a produção brasileira “Palavra (En)cantada” resumiu comemorações do primeiro evento especial sobre o idioma na organização.

[caption id="attachment_215506" align="alignleft" width="350" caption="Catarina dos Santos (Crédito: Missão de Angola na ONU)"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O documentário de Helena Solberg foi a escolha para fechar o ciclo das celebrações do Dia da Língua e Cultura dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, assinalado a 5 de Maio.

A presença de jovens atrai a atenção. Que razão os teria trazido para a primeira exaltação do idioma na sede das Nações Unidas?

Semana Especial

O apagar das luzes marca a última etapa da semana especial do português na organização. “Palavra (En)cantada” traz à tona, já de início -  Maria Bethânia, a cantora e intérprete e a sua influência no talento de Adriana Calcanhoto.

A confissão de Calcanhoto arranca aplausos da plateia, quando ela considera a música tão relevante, que até leva gente a aprender português para poder entendê-la melhor.

Embaixador

O documentário retrata também a poesia e a música de Chico Buarque, BNegão, Caetano Veloso e Martinho da Vila, que é embaixador da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp.

A projeção seguiu a linha do dia anterior. Na mesma sala, desfilaram imagens e vozes, em português de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Projeto

A ideia do evento, como explica o embaixador de Angola junto da ONU, Ismael Martins, é mostrar que muito além de uma língua, existe um projeto. Em junho, Angola deixa a presidência  rotativa da Cplp.

Mas foi um espetáculo em memória da cabo-verdiana Cesária Évora, falecida em Dezembro, que abriu a Semana da Língua Portuguesa com um show especial.

Carisma

A presença do ritmo, umas vezes nostálgico e outras dançante, a voz da conterrânea Fantcha, que também conviveu com Cesária, confirmou o carisma da diva no universo do português.

A plateia também vibrou  com a habilidade da portuguesa, Catarina dos Santos, de compor e de cantar com sotaque de vários países que falam a língua de Camões. Foi o que valeu à artista o convite para brilhar no evento.

Audiência Mundial

Com o cair do pano da primeira Semana de Língua Portuguesa na  ONU  foi revelada a intenção de ter  um programa mais abrangente. A Cplp diz esperar levar à audiência mundial, congregada nas Nações Unidas, mais propostas da música, da fotografia e do cinema lusófonos.

Para 2012, fica registada a semana em que o idioma teve menção especial e mereceu o veredicto do público presente no  auditório das Nações Unidas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud