Especial: Arranca Semana de Língua Portuguesa na ONU

2 maio 2012

Pela primeira vez na história, a língua de Camões juntou mais de uma centena e meia de figuras internacionais na sede da Nações Unidas, em Nova Iorque.

Terça-feira, ao cair da noite, a Rádio ONU vive a recepção: a Semana da Língua Portuguesa nas Nações Unidas. É a primeira vez que o evento é realizado na sede da organização.

Comunidade

A ocasião marca o início do ciclo levado a cabo pelas nações da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp. De acordo com os promotores, a iniciativa deve ocorrer, a cada ano, na primeira semana de Maio.

No meio de gentes e experiências de todo o mundo, a embaixadora do Brasil junto da ONU, Maria Luiza Ribeiro Viotti,  revela que é cada vez maior a convicção de que o portugês estará mais presente na organização.

Representantes

No clima descontraído do momento, falantes de português enchem a sala e não perdem a oportunidade de revelar a palavra do idioma que mais os encanta.

Na celebração da língua portuguesa na ONU, também confraternizam os embaixadores de Angola, Guiné-Bissau e Moçambique. Envolvemo-nos na conversa para saber até que ponto o português pode afirmar-se com a globalização. Primeiro falou Ismael Martins, representante de Angola, seguido por João Soares da Gama, embaixador da Guiné-Bissau e pelo chefe da Missão de Moçambique, António Gumende.

Diáspora Lusófona

Segue-se o momento para o palco, luzes e público! No auditório da ONU, a música da diáspora lusófona marca a primeira apresentação ao vivo da Semana de Língua Portuguesa.

A cantora portuguesa Catarina Santos diz carregar em si cada pedaço das diferentes realidades dos falantes do português. E comprova com a sua actuação.

A seguir, entra em palco Fantcha, artista cabo-verdiana que ficou responsável pelo tributo à Cesária Évora, que morreu em Dezembro. O ritmo acelera no encarnar da diva cabo-verdiana dos pés descalços.

Depois de duas horas e meia, a plateia unida em torno do português teima em não dispersar.

Nesta quarta-feira, o centro mais importante da diplomacia internacional recebe ainda o documentário "Língua: Vidas em Português” com figuras como José Saramago, Mia Couto, Martinho da Vila, entre outros. A semana especial do português fica também marcada pelo documentário “Palavra (En) cantada”.

Da noite inaugural,  fica selado o momento inusitado deixado pelo português na sede das Nações Unidas e a palavra, do idioma, que foi a mais entoada pela plateia internacional.

*Reportagem de Leda Letra e Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud