ONU condena atentado bombista no Afeganistão

2 maio 2012

Atentado suicida com carro bomba deixou 11 feridos; explosão ocorreu a menos de 200 metros de uma escola.

[caption id="attachment_215374" align="alignleft" width="350" caption="Foto: UNAMA/F. Waezi"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, condenou “veementemente” um atentado suicida que provocou oito mortos, incluindo mulheres e crianças.

O incidente ocorreu horas após o presidente norte-americano, Barack Obama, ter deixado o país, onde efectuou uma viagem oficial, nesta terça-feira. Agências noticiosas indicam que o grupo islâmico Talibã reivindicou a autoria do ataque.

Pelo menos 11 civis ficaram feridos na explosão que ocorreu perto de uma escola em horário de actividades. Muitos estrangeiros vivem na área. Segundo a Unama, o carro armadilhado tinha como alvo a comunidade internacional.

Em nota, a Missão deu os pêsames às famílias das vítimas e disse que os autores do ataque são inteiramente responsáveis pelas mortes. A Unama elogiou a resposta rápida das Forças de Segurança Afegãs que contiveram o incidente.

Segundo a imprensa local, após a explosão do carro armadilhado ocorreu uma troca de tiros entre insurgentes e tropas afegãs.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud