Especial: Em noite histórica na ONU, ícones da música celebram o jazz
BR

1 maio 2012

Mais de 30 artistas, das Américas, Ásia e África, homenagearam Miles Davis, Louis Armstrong e Ella Fitzgerald; concerto na Assembleia Geral marcou o primeiro Dia Internacional do Jazz.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

Foram três horas em homenagem ao jazz na Assembleia Geral da ONU, palco na noite desta segunda-feira dos concertos do Dia Internacional do Jazz.

Mais de 30 artistas, ícones do jazz contemporâneo, se apresentaram na sede da ONU. Na abertura do evento, a embaixadora americana Susan Rice, disse que o jazz é a música da liberdade que começou nos Estados Unidos e se espalhou para o mundo, incluindo o Brasil.

Tony Bennett

Susan Rice relembrou 1953, quando Bud Shank e Laurindo Almeida uniram os ritmos brasileiros ao jazz.

Quem abriu os concertos da noite foi o vencedor do Grammy por 17 vezes, Tony Bennett.

Percussão

O Dia Internacional do Jazz estava sendo comemorado pela primeira vez. Uma iniciativa da Unesco e do pianista Herbie Hancock.

O ritmo musical nascido em Nova Orleans era celebrado por músicos das Américas, África e Ásia. O percussionista cubano Candido Camero, aos 91 anos, levou alegria à Assembleia Geral.

A africana Angelique Kidjo, do Benin, pediu ajuda da plateia.

A Ásia foi representada no piano pelo chinês Lang Lang e pela energia da japonesa Hiromi Uehara.

Fitzgerald & Armstrong

A noite foi também de homenagens. Ella Fitzgerald foi relembrada na voz de Chaka Khan.  Teve também blues, com Susan Tedeschi.

Louis Armstrong recebeu homenagem de Esperanza Spalding, vencedora do Grammy em 2011 na categoria revelação.

Cultura

Entre os mestres de cerimônia da noite, os atores americanos Morgan Freeman, Robert De Niro e Michael Douglas, que chamou ao palco uma das grandes estrelas da festa.

Stevie Wonder também se apresentou ao lado de  Esperanza Spalding e do violonista brasileiro Romero Lubambo.

Ao final, todos os artistas se reuniram no palco da Assembleia Geral, em uma demonstração do jazz como símbolo da paz e do ritmo que une culturas.

*Mixagem: Rosie Starr.

Confira a cobertura completa do Dia Internacional do Jazz:

Jazz é celebrado neste 30 de abril

Após décadas, brazilian jazz continua presente em rádios de todo o mundo

Concerto na ONU marca primeiro Dia Internacional do Jazz

Carioca toca ao lado de Stevie Wonder em concerto na Assembleia Geral

Entrevista: Romero Lubambo

Vídeo: Dia Internacional do Jazz

Vídeo: Romero Lubambo

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud