ONU elogia abolição da pena de morte em Connecticut, nos Estados Unidos
BR

27 abril 2012

Com a medida, sobe para 17 o número de estados que deixaram de usar a pena capital como forma de sentença.

[caption id="attachment_209768" align="alignleft" width="350" caption="Rupert Colville, porta-voz de Navi Pillay"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU elogiou a decisão do estado de Connecticut, nos Estados Unidos, de abolir a pena de morte.

Com isso, sobe para 17 o número de estados americanos que repudiam a pena capital como forma de sentença para crimes.

Imposição

Em nota, o porta-voz do Alto Comissariado, Rupert Colville, disse que a Califórnia deverá analisar uma medida semelhante em novembro.

Ele pediu às autoridades que sigam o exemplo de Connecticut.

Segundo o Alto Comissariado, ainda que a imposição da pena de morte tenha caído quase pela metade entre 2001 e 2011, os Estados Unidos figuram entre os cinco países com o maior número de execuções, no ano passado.

O cálculo é feito por organizações não-governamentais de direitos humanos.

Os outros países com o maior número de aplicações da pena são China, Irã, Arábia Saudita e Iraque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud