Surto de cólera já matou dezenas de iemenitas, diz Unicef

20 abril 2012

Agência registou mais de 4 mil casos da doença até ao fim de Março; mais de 177 pessoas já morreram devido ao surto.

[caption id="attachment_209526" align="alignleft" width="350" caption="Foto: OMS"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Pelo menos 177 pessoas já morreram devido ao surto de cólera no Iémen, anunciou esta sexta-feira o Fundo da ONU para a Infância, Unicef.

A agência já registou mais de 4 mil casos da doença até ao fim de Março. O Fundo aponta que o surto se deve à insegurança e ao colapso dos serviços de saúde após a crise política do ano passado.

Primavera Árabe

A onda de instabilidade no país fez parte do movimento conhecido como  primavera árabe que provocou mudanças constitucionais em países como a Tunísia, Egito e Líbia.

A agência disse estar em curso uma campanha de vacinação para abranger 8 mil crianças menores de 5 anos.

O surto é, segundo a agência,  agravado pela malnutrição que afeta as crianças do país. A desnutrição aliada ao sarampo é considerada “combinação mortal” pelo Unicef.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud