Encontro sobre governança na ONU reúne peritos do mundo inteiro
BR

17 abril 2012

Reunião da Comissão de Especialistas em Administração Pública debate metas do Milênio; ministra de Moçambique, que participa como especialista da reunião, discute semelhanças de seu país com o Brasil.

Camilo Malheiros Freire, da Rádio ONU em Nova York*

Vários especialistas e delegações de países-membros da ONU estão reunidos, na sede da organização, em Nova York, para discutir assuntos de governança em todo o mundo.

O encontro reúne peritos internacionais para debater temas desde corrupção e transparência aos objetivos ambientais do milênio.

Função Pública

Este é o 11º encontro da Comissão de Especialistas em Administração Pública, Cepa.

Uma das participantes, a ministra da Função Pública de Moçambique, Vitória Diogo, é desde 2010 perita da Nações Unidas em administração pública. Ela falou à Radio ONU sobre alguns dos temas que estão sendo debatidos no evento.

“Daqui a pouco vai haver a grande Conferência Rio + 20. Então nós estamos a falar do Conselho Econômico e Social. Estamos a falar desta agenda da governação local e capacitação da administração pública, para a governação local. Como trazer um desenvolvimento que seja um desenvolvimento integrado e que traga os três pilares: a componente econômica, a componente social e a componente ambiental”.

Semelhanças

Vitória Diogo está participando da reunião na ONU como perita. Mas aproveitou para realçar também as semelhanças de Moçambique com o Brasil na área de reforma e restruturação pública.

“E uma das componentes que nós vamos colhendo, e vamos beneficiando do Brasil, é a componente da criação de capacidade humana: o capital humano. Porque nós estamos a falar de governação, estamos a falar de desenvolvimento, estamos a falar de descentralização, tudo reside na capacidade humana que o país tiver. E mesmo as abordagens de descentralização têm similaridades entre Moçambique e o Brasil. E muitos dos nossos grandes profissionais tiveram sua formação, no mundo acadêmico, nas universidades brasileiras”.

A Comissão de Especialistas em Administração Pública existe desde 2002, e atua com o Conselho Econômico e Social da ONU em temas relacionados à governança.

O órgão debate todos os anos assuntos como desenvonvimento sustentável, governança participatória, reconstrução de países pós-conflito, e inovações no campo da administração pública.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud