OMS alerta sobre riscos de morte por consumo de álcool na Europa BR

OMS alerta sobre riscos de morte por consumo de álcool na Europa

Por ano, são 12,5 litros de álcool puro, o dobro da média de outras regiões; agência da ONU diz que mais de 7,5 mil pessoas perdem a vida, todos os anos, por doenças e eventos associados à bebida.

[caption id="attachment_204651" align="alignleft" width="350" caption="Europeus bebem o dobro da média global"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O escritório regional da Organização Mundial da Saúde na Europa informou que o padrão de consumo de álcool no continente está afetando a saúde dos europeus.

Um novo relatório, divulgado nesta quarta-feira, em Copenhague, capital da Dinamarca, sugere que cada pessoa no continente toma três bebibas alcoólicas por dia. A quantidade equivale a 12,5 litros de álcool puro por ano.

Medidas Preventivas

Segundo o documento “Álcool na União Europeia”, o consumo da bebida é o dobro da média global. A diretora da OMS na Europa,  Zsuzsanna Jakab, disse que as doenças associadas ao álcool são inevitáveis nos países do continente. Ela pediu aos governos que analisem o estudo e tomem as medidas preventivas sobre o problema.

Segundo a agência da ONU, a pesquisa foi dividida por áreas com padrões diferentes. As regiões com o maior número de consumidores de bebibas alcoólicas são o centro-leste e o leste europeu com 14,5 litros de álcool por ano. Já os países nórdicos e o sul da Europa bebem menos: 10,4 litros por ano.

Mortes Registradas

A OMS informou que apesar de alto, o consumo permanece inalterado na última década na Europa. O índice de mortalidade por doenças e eventos associados ao álcool era de 57 homens e 15 mulheres por 100 mil habitantes em 2004. Mas este número mais que dobra ao se tratar de mortes registradas pelo mesmo motivo no centro-leste e no leste do continente. São 129 homens e 27 mulheres em cada 100 mil pessoas.

*Apresentação: Leda Letra.