Banco Mundial patrocina Moçambique a implementar Programa de Desenvolvimento Espacial

28 março 2012

Plano das autoridades moçambicanas visa impulsionar o investimento no sector de infraestruturas de forma integrada; Moçambique possui consideráveis recursos naturais.

[caption id="attachment_213440" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Banco Mundial"]

Manuel Matola, da Rádio ONU em Maputo

O Banco Mundial está a patrocinar o governo moçambicano a promover um Plano de Negócios do Programa de Desenvolvimento Espacial.

A ferramenta pretende impulsionar o investimento no sector de infraestruturas, de forma coordenada, para fazer face às descobertas de recursos naturais em Moçambique.

Crescimento Económico

O governo moçambicano considera que a iniciativa irá permitir alcançar o crescimento económico de forma institucional, ambientalmente sustentável e socialmente benéfica para a população.

O Banco Mundial desembolsou US$ 20 milhões para prestar assistência técnica ao governo de Moçambique, que desenvolverá o projeto ao longo de seis principais corredores do país.

O diretor do Banco Mundial em Moçambique, Laurence Clarke, elogiou as autoridades moçambicanas por apostarem nesta iniciativa.

Infraestruturas

“É um ambicioso programa de desenvolvimento. Um programa necessário e oportuno dada a vastidão do país, suas necessidades infraestruturais, bem como o seu potencial em recursos cuja exploração e aproveitamento dependem do desenvolvimento de infraestruturas”.

O novo programa do executivo de Maputo visa igualmente maximizar os benefícios socioeconómicos das empresas e a população baseadas ao longo dos corredores de desenvolvimento.

O ministro moçambicano da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, considerou que o novo projeto governamental deverá impulsionar a economia do país em todas as vertentes.

Papel de Destaque

“Com este programa queremos continuar a ter um papel de destaque em termos de desenvolvimento de infraestruturas na região da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral) e continuarmos a ser uma referência, no continente e no mundo, em termos de crescimento e desenvolvimento económico e social abrangente e inclusivo”.

Além do Banco Mundial, o Programa de Desenvolvimento Espacial conta com parceiros como a Agência Britânica de Desenvolvimento Internacional e o Banco de Desenvolvimento da África do Sul, que representa o Ministério sul-africano do Comércio e Indústria.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud