Coreia do Sul inicia reunião internacional sobre segurança nuclear
BR

26 março 2012

Objetivo é aumentar a cooperação entre os paíss para evitar sabotagem de usinas nucleares e roubo de material radioativo; do encontro participam dezenas de autoridades e organizações internacionais.

[caption id="attachment_208146" align="alignleft" width="350" caption="Planta nuclear. Foto: Aiea"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Mais de 50 chefes de Estado e governo estão reunidos em Seul, capital da Coreia do Sul, para debater a situação da segurança nuclear no mundo. O evento está sendo organizado pela Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea.

O encontro, aberto nesta segunda-feira, conta com a presença de representantes de organizações internacionais.

Meio Ambiente

O objetivo é aumentar a cooperação mundial na proteção de instalações e materiais atômicos.

A tecnologia nuclear pode ser usada de forma benéfica em várias áreas incluindo a produção de medicamentos. Mas o manuseio impróprio de materiais atômicos pode representar um perigo para o meio ambiente e o público em geral.

A reunião na Coreia do Sul pretende analisar formas de manter os países vigilantes sobre a segurança de materiais nucleares protegendo-se também de indivíduos e organizações que possam sabotar as instalações e o armazenamento destes mesmos países.

Uma outra preocupação da Aiea é a sabotagem de usinas atômicas e o roubo de material radioativo.

A agência da ONU oferece treinamento especializado também para monitoramento com equipamento de raio X em fronteiras, evitando assim o contrabando.

Com a crescente ameça de terrorismo nuclear, durante os últimos anos, os países-membros da Aiea pediram apoio logístico à agência em eventos mundiais como as Olimpíadas da Grécia e da China, os Jogos Panamericanos de 2007, no Brasil e a Copa do Mundo da Alemanha e da África do Sul, em 2010.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud