Unesco: atentado à escola judaica teve intenção de afetar toda a comunidade
BR

20 março 2012

Diretora-geral da agência enviou carta ao governo da França expressando solidariedade às famílias das vítimas; em nota, Ban Ki-moon também condenou o ataque que matou quatro pessoas, em Toulouse, na segunda-feira.

[caption id="attachment_209113" align="alignleft" width="350" caption="Irina Bokova condenou o ataque"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, condenou o atentado à escola judaica em Toulouse, na França.

Quatro pessoas morreram, nesta segunda-feira, em um tiroteio no local, incluindo três crianças.

Futuro

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, enviou uma carta ao Ministério da Educação da França prestando solidariedade às famílias das vítimas.

Segundo Bokova, o ataque contra as crianças na escola, além do horror de ser um crime antisemita, demonstra a intenção de afetar toda uma comunidade através do que é mais precioso para o futuro deste mesmo grupo.

Em nota, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou com veemência o ato de violência contra a escola.

De acordo com agências de notícias, pelos menos 250 detetives estariam investigando o caso.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud