Sondagem indica que 5 milhões no Iémen não têm o suficiente para comer

14 março 2012

Inquérito da ONU aponta para vítimas de insuficiência alimentar e concluiu que quase 70 por cento das crianças no país sofrem de alguma forma no seu desenvolvimento devido à fome.

[caption id="attachment_206609" align="alignleft" width="350" caption="Fome no país está a aumentar"]

Joyce de Pina, Rádio ONU em Nova Iorque.

Insuficiência alimentar severa. É desta forma que as Nações Unidas definem a situação no Iémen, onde quase 5 milhões de pessoas não produz o suficiente para comer.

Um inquérito conduzido pela ONU no país indicou ainda que o número de vítimas quase duplicou desde 2009. São, no entanto, conclusões preliminares.

Ajuda Urgente

“A fome está a aumentar no Iémen, e o aumento do preço dos alimentos e o conflito estão a pesar sobre as famílias”, afirmou Lubna Alaman, representante do Programa Mundial de Alimentação no país.

A agência da ONU não tem dúvidas, o Iémen necessita de ajuda urgente.

O inquérito contou com a participação do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e da Organização Central de Estatísticas do Iémen, CSO.

As conclusões preliminares apontam ainda para o facto de as zonas urbanas, onde a instabilidade é maior, serem as áreas mais afetadas, e que mais de ¼ dos lares iemenitas não conseguir comprar tudo o que necessita, em termos básicos, para alimentar a família.

Má Nutrição

Quanto à má nutrição, o inquérito conclui que 63,5 por cento das crianças no país sofrem de alguma forma de subdesenvolvimento.

O inquérito foi conduzido entre novembro e dezembro do ano passado. Foram entrevistados quase 8 mil lares em 19 das 21 áreas administrativas do país. Os hábitos de consumo alimentar e nutritivos de 11 mil crianças foram analisados, assim como de 10 mil mães entre os 15 e os 49 anos.

As conclusões finais do documento vão ser tornadas públicas em abril e serão mais detalhadas no que toca às conclusões finais sobre a nutrição.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud