Annan encontra presidente sírio e pede reformas no país
BR

12 março 2012

O ex-secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan, enviado especial da ONU e da Liga Árabe, passou dois dias na Síria para reuniões com o presidente Bashar al-Assad a quem pediu para não ir contra a “maré” 

Joyce de Pina, Rádio ONU em Nova York.*

 

Kofi Annan pediu ao presidente da Síria para acolher os ventos de mudança e não “remar contra a maré”. O ex-secretário-geral das Nações Unidas reuniu-se com o presidente sírio Bashar al-Assad duas vezes neste fim de semana.

Annan é o enviado especial das Nações Unidas e da Liga Árabe para tentar resolver a crise no país. De acordo com as agências de notícias, mais de sete mil pessoas morreram desde o início dos protestos contra o regime do presidente Assad há um ano.

Annan disse que pediu a Assad para “acolher mudanças e reformas” e criar as fundações para uma sociedade democrática na Síria. O enviado especial pediu também que o presidente ponha um fim imediato à violência, permita o acesso das agências humanitárias às vítimas e inicie um diálogo político. 

Propostas Concretas 

Annan afirmou ainda que apresentou a Assad propostas concretas que, se implementadas, vão ter um “impacto” real na situação. 

Além de Assad, Annan também se encontrou com representantes da oposição, sociedade civil e líderes religiosos, antes de viajar para o Qatar no domingo. 

*Apresentação: Camila Viegas-Lee

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud