ONU Mulheres procura projetos para reforçar papel feminino no mundo

2 março 2012

A agência das Nações Unidas que promove a autonomia feminina quer apoiar as organizações dedicadas ao progresso económico e ao poder político das mulheres, em especial em África, na Ásia, na Europa e na América Latina.

[caption id="attachment_212255" align="alignleft" width="350" caption="Michelle Bachelet"]

Camila Viegas-Lee, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A ONU Mulheres vai doar US$ 10,5 milhões para organizações dedicadas ao progresso económico e ao poder político das mulheres em África, na  Ásia, na Europa e na América Latina.

A agência das Nações Unidas é responsável por promover a autonomia feminina e avanços na política de género.

Democracia de Género

As doações começam com, por exemplo, US$ 200 mil para iniciativas que resultem em melhorias tangíveis nas vidas dessas mulheres –  englobando iniciativas que apoiam candidatas a elevados cargos públicos ou à gestão de recursos para mulheres que são o único ou principal sustento das suas famílias.

Michelle Bachelet, a diretora-executiva da ONU Mulheres, diz que o investimento é essencial para as mulheres e para a promoção da democracia de género, igualdade e crescimento económico inclusivo.

As propostas aprovadas serão anunciados em outubro. O anúncio foi feito durante a Comissão das Nações Unidas sobre a Situação das Mulheres que se reúne em Nova Iorque até 9 de março.

*Apresentação: Joyce de Pina.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud