Tribunal Penal Internacional apresenta primeiro verdicto da instituição já em março

29 fevereiro 2012

O primeiro verdicto da instituição vai ser sobre os crimes de guerra alegadamente cometidos por Thomas Lubanga Dyilo, congolês acusado de participar no recrutamento de crianças soldado.

[caption id="attachment_212163" align="alignleft" width="350" caption="Thomas Lubanga Dyilo"]

Joyce de Pina, Rádio ONU em Nova Iorque.

O Tribunal Pena Internacional, TPI, anunciou que vai apresentar o primeiro verdicto da instituição em março no âmbito de um processo contra Thomas Lubanga Dyilo por crimes de guerra. Dyilo, da República Democrática do Congo, é  acusado de recrutar crianças soldado.

O verdicto vai ser tornado público no dia 14. O julgamento começou em janeiro de 2009.

Crimes com Crianças

Lubanga Dyilo alegadamente cometeu crimes de guerra por angariar e registar crianças com menos de 15 anos no grupo rebelde Forças Patrióticas para a Libertação do Congo.

O acusado alegadamente incluía as crianças soldados nos ataques, de forma ativa, no nordeste do país, entre setembro de 2002 e agosto de 2003.

A sua transferência para Haia, na Holanda, sede do TPI, ocorreu em março de 2006, após rendição. O TPI julga ou analisa, neste momento, 14 casos, mas apenas quatro estão em fase de julgamento.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud