Ocupação estrangeira é incompatível com democracia e direitos humanos, diz Al-Nasser
BR

27 fevereiro 2012

O presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas disse que esforços devem ser redobrados para garantir que palestinos possam exercitar livremente o direito de autodeterminação nacional.

[caption id="attachment_212020" align="alignleft" width="350" caption="Nassir Abdulaziz Al-Nasser"]

Camila Viegas-Lee, da Rádio ONU em Nova York.

O presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas, Nassir Abdulaziz Al-Nasser, disse nesta segunda-feira, durante reunião preliminar do Conselho dos Direitos Humanos em Genebra, que ocupação estrangeira é incompatível com a democracia e com os direitos humanos, especialmente ao direito de autodeterminação nacional.

Segundo Al-Nasser, a situação dos Territórios Ocupados Árabes é outra questão de direitos humanos que tem feito parte da consciência da humanidade a seis décadas. Ele espera que a primavera árabe não tire a atenção dessa questão para o estabelecimento da paz e da estabilidade.

Violação de Direitos Humanos

O presidente da Assembléia Geral disse que esforços devem ser redobrados para garantir que os Palestinos possam exercer o direito de estabelecer um estado independente e garantir a liberdade e a dignidade nas Colinas de Golan. Para ele, há um consenso mundial sobre a necessidade urgente de terminar com os assentamentos israelenses.

Segundo Al-Nasser, o Conselho dos Direitos Humanos tem conseguido responder a situações urgentes como as três sessões especiais para tratar da crise da Síria e o debate urgente desta terça-feira.

O presidente lembrou que a crise da Síria é uma grande preocupação de diversos países na Assembléia Geral e que, depois de ouvir o relatório da alto comissária de Direitos Humanos sobre a violência contra civis, manisfestaram a necessidade de acabar com as mortes e as violações de direitos humanos no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud