ONU vai promover agenda sobre empregos verdes durante a Rio + 20
BR

21 fevereiro 2012

Segundo especialista da Organização Internacional do Trabalho, indústrias ecologicamente corretas são mais baratas a longo prazo, além de gerar mais vagas.

[caption id="attachment_211784" align="alignleft" width="350" caption="Microempresas tem papel fundamental."]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio + 20, deverá analisar propostas para indústrias ecologicamente sustentáveis e a prioridade na criação de empregos verdes.

A declaração foi feita pelo conselheiro-sênior do diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho, OIT, Vinícius Pinheiro.

Agenda Ambiental

Ele integrou um painel de alto nível para marcar o Dia Mundial sobre Desenvolvimento Social, neste 20 de fevereiro. Nesta entrevista à Rádio ONU, Pinheiro contou o que a OIT deve apresentar à conferência no Rio.

“Nós vamos levar essa ideia de que é importante fortalecer o pilar social da agenda ambiental. E isso pode ser feito através de uma estratégia de geração de empregos verdes. É importante investir em formação profissional, é importante treinar as pessoas nas suas posições para que elas adotem, incorporem elementos sustentáveis e ambientas no seu processo produtivo. Proteção social e a questão também de você apoiar as empresas, principalmente as micro e pequenas empresas - que fazem parte da cadeia produtiva das grandes empresas -, para que elas adotem processos que levem ao equilíbrio ambiental.”

Segundo o especialista da OIT, indústrias ecologicamente corretas são mais baratas a longo prazo, além de gerar mais vagas.

As Nações Unidas informaram que mais de 50 mil pessoas estão sendo esperadas para a conferência no Rio de Janeiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud