Brasil dará asilo político a 580 haitianos, diz Acnur
BR

16 fevereiro 2012

Cerca de 1,6 mil cidadãos da ilha caribenha já obtiveram residência permanente; de acordo com a agência da ONU, mais de 6 mil haitianos chegaram ao Brasil desde 2010.

O Departamento de Estrangeiros do Ministério da Justiça do Brasil informou que 580 haitianos que vivem no país irão receber residência permanente. Com isso, os haitianos poderão viver e trabalhar no Brasil sem problemas.

A lista, divulgada nesta quarta-feira, em Brasília, inclui o nome de 580

cidadãos haitianos que receberão o documento. As informações são do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur.

Carteira de Identidade Estrangeira

Desde o terremoto de 2010 no Haiti, que matou mais de 200 mil pessoas, cerca de 6 mil haitianos se instalaram no Brasil. E, segundo o governo brasileiro, cerca de 1,6 mil já tiveram sua situação migratória regularizada.

Os haitianos beneficiados com residência humanitária concedida pelo Conselho Nacional de Imigração, CNIg, do Ministério do Trabalho, têm até 90 dias para providenciar os documentos necessários para a Polícia Federal.

Após o registro, será emitida uma carteira de identidade estrangeira e com ela será possível trabalhar e abrir conta bancária.

Mais informações podem ser obtidas na página do Acnur na internet: www.acnur.org.br

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud