ONU quer combater produção e tráfico de drogas no Afeganistão

16 fevereiro 2012

Dinheiro gerado com tráfico de drogas equivale a 15% da receita total do país.

[caption id="attachment_210601" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque*.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, quer que a comunidade internacional tome ações coordenadas para combater a produção e o tráfico de drogas no Afeganistão.

Durante uma conferência em Viena, na Áustria, Ban afirmou que o mundo tem de ajudar o “Afeganistão a livrar-se do problema”.

Crime Organizado

A declaração foi feita durante o “Encontro de Parceiros do Pacto de Paris para Combate do Comércio Ilegal de Ópio”.

O chefe da ONU sunlinhou ainda que “o tráfico de drogas e o crime organizado transnacional minam a saúde dos estados frágeis.”

De acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, o dinheiro gerado pelas drogas no Afeganistão equivale a 15% da receita do país.

Comunidade Internacional

Ban Ki-moon lembrou ainda que as forças internacionais que estão no Afeganistão devem retirar-se em 2014.

Esse cenário leva a comunidade internacional a esperar mais da ONU, em especial no que toca à promoção da estabilidade e do desenvolvimento.

De acordo com a Pesquisa sobre Ópio no Afeganistão, o cultivo da papoila aumentou 61% no ano passado e o comércio com derivados do ópio atingiu US$ 2,4 mil milhões.

Para o Secretário-Geral, os agentes da lei devem trabalhar com ainda mais afinco para erradicar as plantações de narcóticos, assim como eliminar os laboratórios de drogas no país.

*Apresentação: Joyce de Pina

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud