ONU discute paixão africana pelo futebol na promoção da paz e do desenvolvimento

10 fevereiro 2012

As Nações Unidas e a Confederação Africana de Futebol decidiram juntar-se num esforço comum para promover um espírito de desenvolvimento e de paz; a ideia surge nas vésperas da 28ª Taça das Nações Africanas, este ano co-organizada pelo Gabão e Guiné Equatorial.

[caption id="attachment_211394" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Banco Mundial"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Apesar de África estar afetada por conflitos e crises, os jogadores, espectadores e demais envolvidos nos jogos de futebol têm demonstrado bastante “fair play”. É desta forma que o representante especial do Secretário-Geral para a África Central, Abou Moussa descreve o desporto no continente.

Moussa, que é também o chefe da Missão da ONU para a África Central encontrou-se esta semana com o presidente da Confederação Africana de Futebol para falar dessa paixão que África tem pelo futebol e de como canalizar essa força em prol da paz e do desenvolvimento.

Competição Desportiva

A ideia surgiu nas vésperas da 28ª  Taça das Nações Africanas, que se realiza este ano no Gabão e na Guiné Equatorial.

Após o encontro, Abou Moussa e Issa Hayatou concordaram em dar início às ações comuns para a promoção da paz e do desenvolvimento.

Hayatou garantiu que a confederação vai trabalhar de forma estreita com a ONU para “consolidar, assegurar-se e promover a paz”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud