Europa sob influência de frio siberiano regista temperaturas de -30º C

7 fevereiro 2012

Neve na Argélia, frio glacial no norte de África e temperaturas siberianas no centro e oeste da Europa; a massa de ar frio que veio da Rússia e Sibéria no mês passado continua a assolar o velho continente.

[caption id="attachment_211228" align="alignleft" width="350" caption="Alta pressão vem da Sibéria"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Quase todo o continente europeu está a ser afetado pelo mau tempo. Um tempo frio que começou no mês passado na Rússia e Sibéria, e que se deslocou para a Europa central, atingindo agora as regiões do oeste e sul do velho continente, incluindo o norte de África, com neve a ser sentida na Argélia.

De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, OMM,  a alta pressão que vem da Sibéria, aliada à humidade do centro do Mediterrâneo, está a criar queda de neve no centro e oeste do continente, como explicou, em conferência de imprensa, o responsável pela OMM em Genebra, Omar Baddour:

Próximos Dias

“Esta vaga de frio caracteriza-se pela queda rápida da temperatura, que atngiu o mínimo de -30 graus celsius nas regiões do centro da Europa, nomeadamente nos Balcãs, e desde então faz-se sentir, até hoje em dia. Entretanto, também verificamos uma massa de ar muito fria proveniente do Ártico que se dirige para sul.”

A situação, contudo, não deve generalizar-se numa queda de temperaturas em toda a Europa, como ocorreu no ano passado, batendo vários recordes.

Mas em algumas regiões registar-se-ão reduções importantes na temperatura, como prevê, por exemplo, a meteorologia suíça – nos próximo dias espera-se que o frio atinja o valor mais baixo desde janeiro de 1987.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud