Ban Ki-moon pede a Israel e Territórios Palestinos que negociem paz
BR

1 fevereiro 2012

Secretário-Geral está visitando a região, onde se encontrou com o presidente israelense, Shimon Peres.

[caption id="attachment_210961" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon em encontro com Shimon Peres"]

Daniela Kresch, da Rádio ONU em Tel Aviv.

Em sua quarta visita a Israel, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, se encontrou com o presidente do país, Shimon Peres, em Jerusalém.

Segundo Ban, os dois conversaram sobre a situação no Oriente Médio e a respeito do “momento crítico” em que vive a região.

Dinâmica Positiva

Ele apelou para que israelenses e palestinos sigam negociando com mediação da Jordânia e do Quarteto para o Oriente Médio, formado por ONU, União Europeia, Rússia e Estados Unidos.

Ban Ki-Moon disse esperar que essas conversas sejam “prolongadas” e elogiou a cooperação de Israel na “criação de uma dinâmica positiva e vital” no diálogo com os palestinos, mas apelou para que o país “se engaje num processo de paz construtivo”.

Assentamentos

O Secretário-Geral também se reuniu com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, quando criticou a construção de assentamentos israelenses na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

Ele afirmou que a expansão “não ajuda no processo de paz em andamento”, complementando que Israel deveria “evitar novos assentamentos” como forma de expressar “boa-vontade”.

Ban Ki-Moon também criticou a incitação anti-Israel cometida, diariamente, por alguns meios de comunicação palestinos, afirmando que “discursos de ódio ou provocação não são beneficentes ou aceitáveis”.

Nesta quarta-feira, o Secretário-Geral da ONU está em Ramallah, na Cisjordânia, para se encontrar com o presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas.

Na quinta, ele irá à Faixa de Gaza antes de voltar a Israel para visitar a cidade israelense de Sderot, alvo de mísseis lançados pelo grupo islâmico Hamas. No mesmo dia, ele deve se reunir com o ministro da Defesa Ehud Barak e a líder da oposição, Tzipi Livni.

Ban Ki-Moon encerrará seu giro pela região com um discurso da Conferência de Herzelyia, um dos fóruns de segurança mais importantes de Israel.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud