Ban encontra-se com jovens jordanos para falar de democracia

31 janeiro 2012

De visita à Jordânia, o Secretário-Geral das Nações Unidas decidiu juntar-se a um grupo de adolescentes para ouvi-los falar dos seus receios, problemas e esperanças.

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, de visita à Jordânia, decidiu dedicar umas horas, nesta terça-feira, para encontrar-se com um grupo de pouco mais de 10 adolescentes jordanos para os ouvir falar dos seus problemas e  aspirações.

Ban, que fez da melhoria das condições de vida dos jovens em todo o mundo um dos seus cinco pilares para o segundo mandato, que iniciou em Janeiro, quis aproveitar a oportunidade organizada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, para tentar incutir nestes adolescentes a responsabilidade de questionar as autoridades.

Respostas Transparentes

Para Ban, trata-se de um direito democrático poder perguntar e esperar obter respostas transparentes.

Os jovens que se encontraram com o Secretário-Geral da ONU foram selecionados pelo Unicef e representam um variado leque do estrato social jordano.

Estes jovens vão preparar um relatório, o primeiro escrito por adolescentes jordanos sobre a Convenção sobre os Direitos das Crianças.

O documento deve refletir as opiniões dos autores e a forma como a convenção é aplicada na Jordânia, e deverá ser levado ao Comité da Convenção dos Direitos das Crianças para análise, juntamente com os relatórios das organizações não governamentais e o relatório oficial.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud