Fundo Central de Resposta à Emergência das Nações Unidas destina US$ 104 milhões para crises em África

25 janeiro 2012

Das 13 crises humanitárias mundiais, nove estão em África; Cerf anunciou a entrega da verba para ajudar as agências da organização a responderem às necessidades das vítimas, não só em África, mas também nas Filipinas, no Nepal, no Paquistão e no Haiti.

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo Central de Resposta à Emergência das Nações Unidas anunciou esta quarta-feira a entrega de US$ 104 milhões para as operações de ajuda humanitária em 13 países onde as crises têm sido negligenciadas.

De acordo com a sub-secretária-geral das Nações Unidas para a Assistência Humanitária, Valerie Amos, “milhões de pessoas necessitam de ajuda em partes do mundo que deixaram de estar nas primeiras páginas”.

Esses fundos vão salvar vidas. Amos sublinhou esperar que mais verbas cheguem em breve para dar continuidade à resposta humanitária.

Ajudar África

Mais de metade da quantia vai para o continente africano. O Sudão do Sul, maior recetor de verbas do fundo, país independente desde julho do ano passado, vai receber US$ 20 milhões para ajudar os deslocados e refugiados a regressarem ao norte do país.

Como milhões de pessoas continuam a sofrer os efeitos da seca na região conhecida como Corno de África, Djibouti e Eritreia vão receber US$ 4 milhões.

Assistir Vítimas

O Paquistão continua a ser assolado pela violência. US$ 15 milhões foram cedidos para apoiar milhares de famílias afetadas pelo conflito.

O Haiti vai também receber US$ 8 milhões para continuar a fornecer ajuda essencial aos milhares de pessoas que ainda vivem nos campos de deslocados.

A distribuição da ajuda vai ser identificada pelas Nações Unidas e organizações não-governamentais nos países receptores das verbas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud