ONU pede US$ 300 milhões para ajudar Gaza e Cisjordânia

17 janeiro 2012

Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, necessita da verba para alimentos, proteção e resposta de emergência, assim como para um dos programas de criação de emprego.

[caption id="attachment_210170" align="alignleft" width="350" caption="Foto: Banco Mundial"]

Joyce de Pina, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Três anos depois do fim da guerra de Gaza, a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, lançou um apelo para angariar US$ 300 milhões para aliviar a situação de pobreza das populações palestinianas em Gaza e na Cisjodânia.

Um dos responsáveis da agência, Margo Ellis, afirmou, de Gaza, que os efeitos da guerra persistem hoje em dia e as necessidades humanitárias das mulheres, crianças e homens de Gaza ainda são muitas.

Bloqueio

De acordo com a agência, as restrições impostas por Israel às exportações e o bloqueio apenas aumentam a pobreza e dependência das comunidades na ajuda humanitária.

Um quarto da ajuda que a agência da ONU pede é destinada à Cisjordânia.

Ainda de acordo com Ellis, as deslocações internas forçadas, a expansão dos colonatos e a violência causam danos enormes junto das comunidades que a ONU serve.

E como exemplo, a responsável indicou que desde 2011, quase 1100 palestinianos, incluindo 618 crianças, tiveram de abandonar as suas casas devido a demolições em Jerusalém Leste e na localidade conhecida como Área C.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud