Setor do turismo pode ultrapassar mil milhões de turistas este ano

16 janeiro 2012

De acordo com o “Barómetro do Turismo Mundial”, as chegadas internacionais cresceram 4 por cento no ano passado; a América do Sul teve o melhor desempenho com um aumento de 10 por cento de chegadas de turistas estrangeiros; África manteve-se nos 55 milhões de chegadas, apenas crescendo nos destinos sub-saharianos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A Organização Mundial do Turismo, OMT, indicou que o número de chegadas de turistas estrangeiros pode ultrapassar a marca de mil milhões este ano.

A previsão foi colocada no relatório “Barómetro do Turismo Mundial”, divulgado nesta segunda-feira, na sede da agência, em Madri, capital da  Espanha.

No que toca o continente africano, a região sub-sahariana foi a única a registar um crescimento de 7 por cento, já que no resto do continente, as chegadas mantiveram-se nos 55 milhões de turistas estrangeiros, tal como no ano passado.

Maremoto

E ainda em 2011, as chegadas de turistas internacionais aos seus destinos totalizaram 980 milhões, o que representa um aumento de 4,4 por cento em relação ao ano transato. E isto apesar da lenta recuperação da economia global, das crises no norte da África e do maremoto no Japão.

Os resultados por regiões mostram que o melhor desempenho foi da América Latina, com um aumento de 10 por cento, seguida da Europa com 6 por cento.

Nos mercados emergentes, os destinos mais visitados foram os Estados Unidos, a Espanha e Hong Kong. Já na lista dos 10 destinos que mais dinheiro gastaram com o turismo, está a China com 38 por cento, seguida do Brasil e da Índia, empatados em 2º lugar, com 32 por cento.

Economias Avançadas

Ao contrário do ano passado, o crescimento foi maior nas economias avançadas: cinco por cento contra 3,8 por cento dos países emergentes. Já o Médio Oriente registou um menor crescimento comparado com anos anteriores. De acordo com analistas, as crises políticas afetaram o desempenho da região.

Na Europa, apesar da recessão, as chegadas totalizaram os 503 milhões em 2011.

O chefe da OMT, Taleb Rifai, afirmou que o turismo internacional atingiu níveis recordes mesmo com os desafios do ano passado. Rifai lembrou que o setor representa 5 por cento do Produto Interno Bruto mundial, e que emprega uma em cada 12 pessoas em países ricos e emergentes.

*Apresentação: Joyce de Pina.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud